PUCRS - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

acontece

6 de outubro de 2014

O maior colégio eleitoral de Porto Alegre teve grande movimentação nos últimos 15 minutos das Eleições 2014. Pelo Campus Central da PUC, muitas pessoas corriam até suas seções afrontando o relógio. No Prédio 50, cinco seções eleitorais tiveram votação nos últimos instantes. Além dos atrasados, o número de ausentes chama atenção.

Amanda Osório entrou em quatro seções do segundo andar do prédio 50 procurando por seu nome até o encontrar na seção 128. Ela havia perdido seu título de eleitor e não lembrava em qual sala votar. O voto dela foi o último. O relógio já marcava 16h59min. “Fui votar com outra pessoa, depois vim aqui”, justificou Amanda, que também disse que não vai deixar para última hora. Na seção 128, até o horário limite, 272 pessoas haviam votado. O esperado era 339.

As 17h01min, um casal correu pelas escadas, tentando encontrar a porta da seção aberta. Uma senhora que era mesária e estava encostada na porta orientou-os a justificar a falta do voto. Pela lei, o presidente da seção deve encerrar a votação às 17h01min, se não houver fila. Existindo fila, uma senha é distribuída àqueles que ali estiverem. Caso alguém chegue depois da distribuição da senha, não poderá votar. Entre suspiros que demonstravam o cansaço, Camila da Cruz disse que mora perto da PUC, mas estava trabalhando durante a tarde. O homem conseguiu votar. “É chato né, porque estava trabalhando e não deu para votar”, respondeu quando perguntada qual era a sensação de não ter chegado a tempo.

A advogada Janaína Quadros que mora na Zona Sul alegou que ficou presa duas horas no trânsito para chegar até a PUCRS. Por não saber qual era sua seção e ter entrado no prédio às 17 horas, ela perdeu a votação pela primeira vez: “É estranho, não sei agora qual o procedimento que tenho que fazer. Não sei se posso votar no segundo turno.” Nas seções 031, 088, 103 e 128 do prédio 50, 262 pessoas das 1.353 deixaram de votar. Quem justificar a ausência no cartório eleitoral poderá votar no segundo turno.

Pouco depois das 17h20min, as urnas começaram a ser lacradas. Os presidentes das seções levaram os materiais da votação para a administração da zona 0159 do Tribunal Regional Eleitoral localizada no Colégio Marista Champagnat.

Texto: Jéssica Moraes (4º semestre) e Yasmin Luz (4º semestre)

Este material integra a cobertura realizada pelos alunos do Editorial J, laboratório do curso de Jornalismo da Famecos-PUCRS, com supervisão dos professores Alexandre Elmi, Fábian Chelkanoff, Fabio Canatta, Flavia Quadros, Ivone Cassol, Marcelo Träsel, Marco Antonio Villalobos, Tércio Saccol e Vitor Necchi.

Recomendadas
Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *