Ataques externos tiram Portal Memórias da Ditadura do ar

Inicialmente considerado ato deliberado do novo governo, bombardeamento de acessos sobrecarregou o servidor

  • Por: Angelo Werner (4º sem.) | 13/05/2016 | 0

Saiu do ar, na tarde desta quinta-feira (12/05) o portal Memórias da Ditadura. Lançado em dezembro de 2014 por meio de uma parceria entre a Secretaria Especial de Direitos Humanos e o Instituto Vladimir Herzog, o portal interativo era destinado a levar informações sobre a ditadura militar para aqueles que não conhecem o período e fornecer material didático sobre o assunto para professores. Devido à data coincidir com a posse de Michel Temer como presidente interino, muitos tomaram o fato como um ato deliberado do novo governo.

Sem títuloSem título 3Sem título 2
sdgfdsghefsgh

Procurada pelo Editorial J, a Oboré – Projetos Especiais em Comunicação e Arte, responsável pelo site, afirmou que a queda foi causada por um problema técnico no servidor, no momento ainda sem explicação, mas que estava sendo investigado e prometeu o retorno do site para o dia seguinte. Logo após, o Instituto Vladimir Herzog divulgou nota na qual atribuiu a culpa a uma “série de ataques externos” que sobrecarregaram o servidor. O problema foi resolvido dentro do prazo prometido e um upgrade foi realizado para evitar casos futuros.

O site já pode ser visitado novamente clicando aqui.