Avião passou entre os prédios em Santos

Moradora de um dos prédios desviados pelo avião de Eduardo Campos, candidato a Presidente da República pelo PSB (Partido Socialista Brasileiro), Thais Almeida, jornalista formada pela Famecos/PUCRS, relata a situação do bairro Boqueirão, em Santos SP, onde o jato caiu, na quarta-feira, 13 de agosto.

“Eu não estava lá na hora do acidente. Fui verificar meu apartamento, por volta das 14h00min. Um vizinho contou que voltava da padaria quando viu o avião caindo, já em chamas. Ele disse que o estrago não foi maior porque o piloto “subiu” uma das asas de forma a desviar do nosso prédio. O avião passou entre dois prédios antes de cair, um deles era o meu. Os apartamentos a partir do quarto andar foram os mais afetados.

Havia muito tumulto, carros de policia, ambulância, bombeiros, muitas emissoras de televisão e rádio. Moradores da região também procuravam por conhecidos dos imóveis atingidos. Mas não era possível uma aproximação maior, ainda havia muita fumaça e, segundo os bombeiros, riscos isolados de explosão.

Não há muito que expressar em um momento triste como este. As pessoas, claro, estavam chocadas com a tragédia, mas sem muitas palavras.”

Texto: Bruna Zanatta (4º Semestre)