Bienal do Mercosul celebra 20 anos

Palestra ministrada pelo professor José Francisco Alves relembrou primeira edição de 1997

  • Por: Daniela Nunes (1° semestre) | Foto: Pedro Spieker (2° semestre) | 05/10/2017 | 0
Palestra recorda os 20 anos do projeto cultural
Palestra recorda os 20 anos do projeto cultural

Os 20 anos da primeira Bienal do Mercosul motivou a palestra ocorrida no Museu de
Arte do Rio Grande do Sul (Margs), realizada na quarta-feira (4). O palestrante José
Francisco Alves, professor do Atelier Livre de Porto Alegre, recordou o projeto
curatorial da primeira edição e abordou o tema da 11° Bienal que ocorrerá em 2018.

Com exibição de imagens e vídeos, o professor relembrou que, no dia 02 de outubro
de 1997, o Museu de Arte do Rio Grande do Sul recebia a primeira Bienal do Mercosul,
realizada em 14 espaços. A proposta era de Frederico Moraes e contava com 275
artistas, sendo 50 brasileiros e sete gaúchos.

O professor José Francisco Alves também abordou a temática da 11° Bienal, que terá
como tema o Triângulo Atlântico, tratando-se da arte dos países da África, América e
Europa. O tema fará uma ligação entre os três continentes, a partir da migração e do
tráfico de escravos.

Paulo Amaral, diretor do museu, participou de todas as edições da Bienal do Mercosul,
anunciou que “a próxima Bienal tem um grande diferencial, pela primeira vez, vai
abordar a arte de um continente esquecido (África) ”. A 11° edição da Bienal do
Mercosul ocorrerá de 5 de abril a 4 de junho de 2018 no Museu de Arte do Rio Grande
do Sul.