Candidatos movimentam manhã no maior colégio eleitoral da Capital

  • Por: | 05/10/2014 | 0

Alguns dos principais candidatos ao governo do Estado, ao Senado e à Presidência da República passaram por um mesmo local na manhã deste domingo. O campus da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) recebeu a visita dos concorrentes ao governo gaúcho Ana Amélia Lemos (PP), Tarso Genro (PT) e Roberto Robaina (PSOL), sabatinados pelos jornalistas Daniel Scola e Rosane de Oliveira, que comandavam a programação da Rádio Gaúcha. A emissora instalou um estúdio móvel próximo à entrada da Avenida Ipiranga. A dupla também entrevistou Pedro Simon (PMDB), Júlio Flores (PSTU), Lasier Martins (PDT), Ciro Machado (PMN) e Simone Leite (PP), que disputam a vaga de senador.

Em uma manhã ensolarada, o ambiente universitário estava preparado para receber os cerca de 12 mil eleitores que compõem o maior colégio eleitoral da Capital. No pórtico de entrada, alguns aproveitavam para tirar fotos com seus candidatos. Luciana Genro (PSOL), a única presidenciável a conceder entrevista no estúdio móvel, foi bastante abordada pelos presentes. Ela criticou a falta de espaço para os candidatos de menor expressão nas pesquisas. “Nós queremos construir um processo mais democrático, em que todos os matizes políticos e segmentos da sociedade possam se expressar pelos meios de comunicação”, destacou.

Sobre o tema, o candidato ao governo do Estado Roberto Robaina apontou para a necessidade de regulamentação da mídia. “Atualmente, há um monopólio instalado pelas grandes empresas de comunicação que acaba calando muitas vozes”, pontuou. A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff votou em Porto Alegre e retornou à Brasília ainda pela manhã.

Candidato à reeleição no comando do Rio Grande do Sul, Tarso Genro chegou à PUCRS no mesmo momento em que a candidata Ana Amélia Lemos. Cercados pela imprensa, os dois se encontraram em frente à van da emissora, mas não chegaram a trocar cumprimentos. Enquanto a progressista concedia entrevista, o petista falava com a imprensa. Sobre a disputa, Tarso ressaltou que o poder de decisão do eleitor não deve ser subestimado. “Não podemos interferir na consciência do eleitor”, refletiu.

A senadora Ana Amélia disse que a forte presença no Estado da presidente Dilma Rousseff e de Beto Albuquerque (PSB), candidato a vice na chapa de Marina Silva e apoiador de José Ivo Sartori (PMDB), pode ter influenciado no resultado das pesquisas. “Essa disputa aqui no Rio Grande do Sul ficou muito emocionante, cria mais expectativas”, afirmou.

Tarso e Ana Amélia chegam juntos ao estúdio da Gaúcha

Entrevista com Luciana Genro

Entrevista com Tarso Genro

Entrevista com Ana Amélia Lemos

Entrevista com Roberto Robaina

Texto: Pedro Henrique Tavares (8º semestre)

Este material integra a cobertura realizada pelos alunos do Editorial J, laboratório do curso de Jornalismo da Famecos-PUCRS, com supervisão dos professores Alexandre Elmi, Fábian Chelkanoff, Fabio Canatta, Flavia Quadros, Ivone Cassol, Marcelo Träsel, Marco Antonio Villalobos, Tércio Saccol e Vitor Necchi.