Cappellari comenta o fracasso da audiência pública na Capital

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, afirma que não haverá nova audiência pública e o edital para licitação do transporte de Porto Alegre será aberto dia 31 de março. Na noite de ontem, manifestações impediram a realização da consulta popular e a audiência acabou em confronto entre manifestantes e agentes de segurança no Ginásio Tesourinha. Em entrevista ao Editorial J, ele conta o processo de realização da consulta popular e relata o impedimento da realização da audiência pública, que durou menos de meia hora.

)

Ainda na noite de ontem, o coletivo Juntos!, que faz parte do movimento Bloco de Lutas e estava presente na audiência durante a manifestação, divulgou um texto em que admite o erro da depredação seguida de confronto com a polícia: “Acreditamos que a ação do Bloco de Lutas, frente de ação de vários movimentos sociais da qual somos parte desde seu início, na noite desta segunda-feira (10), de inviabilizar a audiência pública, foi errada. Porque acabou com a possibilidade de participação das pessoas que estavam lá para debater o modelo de transporte público”.

A prefeitura da Capital transmitiu em vídeo evento e é possível acompanhar o início do tumulto na gravação:

)

Texto: Caroline Ferraz (6º semestre)
Vídeo: Bibiana Dihl (7º semestre), Tiago Valença (3º semestre)