Pela primeira vez, rampa facilita acesso de deficiente físico em Uruguaiana

  • Por: | 05/10/2014 | 0

O ato de exercer cidadania tornou-se mais complicado para alguns eleitores de Uruguaiana-RS. A prefeitura da cidade, pela primeira vez, instalou rampas de acesso. Mesmo assim, as condições são precárias.

Leda Gracioso Soares, de 87 anos, relata dificuldade para cumprir sua obrigação como cidadã. “Desde que comecei usar cadeira de rodas, é sempre difícil chegar a algum lugar. Mesmo assim não abro mão do meu voto. Na última eleição, por exemplo, fui derrubada da cadeira e pensei em desistir. Esse ano, no entanto, foi uma surpresa chegar aqui e ver uma rampa, mesmo sabendo que não está em perfeitas condições. Meus filhos e netos tiveram que forcejar muito menos”.

O exercício da cidadania é tão importante para Leda quanto para o casal Helio e Vera. Com mais de 70 anos, eles ainda votam e se orgulham desse ato. Acompanhados dos netos, o objetivo é dar exemplo a novas gerações: “não votamos mais por nós, mas para o futuro que queremos deixar para os nossos pequenos”.

Texto e fotos: Paula Estivalet (1º semestre)

Este material integra a cobertura realizada pelos alunos do Editorial J, laboratório do curso de Jornalismo da Famecos-PUCRS, com supervisão dos professores Alexandre Elmi, Fábian Chelkanoff, Fabio Canatta, Flavia Quadros, Ivone Cassol, Marcelo Träsel, Marco Antonio Villalobos, Tércio Saccol e Vitor Necchi.