Fifa recomenda preparação de hotéis da Serra para acomodar turistas durante a Copa do Mundo

Não é possível prever com precisão quantos turistas Porto Alegre deve receber durante a Copa do Mundo de 2014. O Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) estima que 600 mil estrangeiros visitarão o país durante a competição e que 3 milhões de brasileiros circulem entre as 12 cidades-sede. Uma projeção mais aproximada sobre os destinos dos turistas poderá ser feita a partir de 6 de dezembro, quando a Fifa definirá os confrontos durante sorteio. Porto Alegre receberá 4 mil novos leitos até 2014. No entanto, segundo o secretário extraordinário da Copa em Porto Alegre, João Bosco Vaz, a organização do evento sugeriu que fossem mapeados hotéis de outras regiões para acomodar os turistas.

– Hoje nós temos 13 mil vagas de hotéis em Porto Alegre. Até a Copa, teremos 17 mil vagas, o que, segundo a Fifa, ainda é insuficiente para receber os turistas. Então a FIFA nos proporcionou mapear os hotéis até 120 km de Porto Alegre. Aí nós temos Serra, Grande Porto Alegre e Porto Alegre, com 50 mil leitos.

Escute a entrevista completa com João Bosco Vaz

O número de quartos em hotéis de Porto Alegre deve aumentar 30% até 2016. Esse número indica a possibilidade de haver uma superoferta de vagas após a competição. Segundo o Sindicato da Hotelaria e Gastronomia de Porto Alegre (Sindpoa), o número de turistas que a Capital recebeu aumentou 6% nos últimos doze anos. João Bosco Vaz acredita que o turismo na cidade terá os reflexos positivos que a África do Sul teve após a competição.

– Triplicou o número de turistas para visitar o país, eram três milhões por ano antes da Copa e chegou a oito milhões e pouco. Era esperado que os turistas ficassem lá durante a Copa durante apenas 12 dias e os turistas ficaram lá 18 dias. Então esse é um legado que fica após a Copa.

Em Porto Alegre, haverá dez hotéis novos até o Mundial. Até 2016, o número de leitos no Rio Grande do Sul vai saltar de 70 mil para 85 mil.

Texto: Daniel Fraga (7º semestre)