Fundação Tênis completa 14 anos de atividades

  • Por: Roger Paz(1º semestre) | 15/05/2015 | 0

DSC_0647

Uma quadra de basquete atravessada por uma rede de tênis, dois professores e dez crianças empunhando raquetes e golpeando bolas, disputando ponto a ponto. Assim foi a parte recreativa em uma aula da manhã do núcleo da Fundação Tênis que funciona no Parque Marinha do Brasil, na zona sul da Capital.

 

O projeto, criado em 11 de maio de 2001, completou, na última segunda-feira, 14 anos de atuação. A fundação começou suas atividades em Porto Alegre e hoje mobiliza jovens carentes de mais seis cidades em três estados brasileiros, além de uma unidade no Uruguai. O objetivo é ensinar a prática de tênis, garantindo que os beneficiários da iniciativa tenham atividades no turno oposto ao da escola.

 

A brincadeira dos meninos e meninas é viabilizada pela iniciativa privada, que disponibiliza transporte da escola até a sede do núcleo, uniforme, calçados adequados para a prática esportiva, raquetes, bolas e redes. As duas aulas por semana de cada núcleo são orientadas por professores de Educação Física e duram duas horas.

 

Em Porto Alegre, o projeto atende a uma média mensal de mil crianças em situação de vulnerabilidade social. A Fundação Tênis é dividida em 11 núcleos, sendo cinco na capital gaúcha: PUCRS, Chapéu do Sol, Marinha do Brasil, Pão dos Pobres e Humaitá. Além de usufruir de atividades esportiva extraclasse, os alunos que tenham no mínimo 16 anos são encaminhados para cursos profissionalizantes.

 

O professor de Educação Física André Borges Vilar, 31 anos, pós-graduado em motricidade infantil, trabalha com o núcleo Marinha há 12 anos. “O objetivo não é manter a criança apenas dentro da quadra, mas principalmente dentro da escola”, ressalta. “É notável o crescimento pessoal até mesmo na autoestima do aluno que mantém regularidade no projeto, e a criançada gosta bastante do tênis.”