Grupo no Facebook reúne usuários e simpatizantes de maconha

Um grupo* na rede social Facebook reúne mais de 2600 membros com o intuito de trocar informações sobre o consumo, cultivo e até sobre compra e venda de maconha. Um dos administradores que não quis ter seu nome divulgado defende a legalização da maconha e afirma que o grupo não tem o intuito de promover a apologia à droga. Segundo ele, os usuários da planta sentem a necessidade de compartilhar seus gostos, experiências e necessidades e não podem fazê-lo, já que o uso da droga é crime no Brasil. “Tivemos a ideia de criar esse grupo a partir do Smoke Buddies, que é um grupo de uma galera de todos os cantos do Brasil que curte uma Cannabis Sativa. A ideia é fazer algo parecido só que pra gurizada de “porto”. Um grupo para podermos marcar aqueles 4:20**, conhecer outros maconheiros e trocar informações.” Durante uma semana foi feita uma análise das postagens e do perfil de 200 membros ativos no grupo, tendo chegado às seguintes conclusões:

A estudante de direito Amanda, de 21 anos postou no dia 24/06/2014 uma foto sua com amigas e um cigarro de maconha. Para ela, o grupo é um espaço para compartilhar aquilo que gostaria de postar na sua linha do tempo e que o bom senso, além da lei, não permite. Amanda participa ativamente de manifestações pela legalização da maconha, como a marcha da maconha realizada uma vez por ano da capital.

O grupo é secreto e, segundo Amanda, os administradores agem ativamente no grupo coibindo práticas como comércio e divulgação de outras drogas “mais fortes”, como define. Sobre segurança, tanto o administrador quanto a membro acreditam que o fato de o grupo ser secreto é suficiente. “É claro que há riscos. Em um grupo com quase 3000 membros, não tem como ter certeza. Tentamos controlar só aceitando (como participantes) quem tem alguns amigos em comum com a gurizada conhecida do grupo”, esclarece o administrador. O grupo existe desde 2012 e recebe cerca de 10 novos membros por semana.

*O nome do grupo foi preservado como condição para obter os dados e as fontes. **Gíria.

Texto: Renata Pias (6º semestre)

Matéria originalmente produzida para a disciplina Jornalismo Online I, sob orientação dos professores Andréia Mallmann e Marcelo Träsel