Mídia Internacional dá pouca atenção às manifestações no Brasil

Somente três dos principais veículos comunicação mundiais noticiaram as manifestações brasileiras pela educação.

  • Por: Liliane Moura (1º semestre) e Lucas Picarelli (1º semestre) | Foto: Nícolas Chidem (7º semestre) | 15/05/2019 | 0

A cobertura da imprensa internacional sobre as manifestações no Brasil contra os cortes na educação tem sido feita de maneira tímida até as 16 horas do dia de hoje 15/05/2019. Nossa equipe pesquisou na capa dos sites dos maiores veículos de imprensa do mundo. Apenas Le Monde, TeleSur e Fox News noticiaram os eventos.
O Le Monde, principal jornal da França, explica o motivo das manifestações e informa os principais locais das manifestações.A reportagem também mostra a instituições privadas que apoiaram o movimento. Uma das fotografias retrata uma estudante escrevendo em um cartaz: “menos armas, mais educação. Afronte”. A outra imagem mostra universitários reunidos no protesto na Universidade de São Paulo.
A Rede mexicana TeleSur publicou no seu canal do YouTube um vídeo que abordou as reivindicações dos estudantes e explicou a situação que levaram à paralisação.
Com a foto dos manifestantes em frente a um policial no Rio de Janeiro, a Fox News, uma das maiores redes de televisão dos Estados Unidos, afirma que há centenas de estudantes protestando na escola militar do Rio de Janeiro onde Bolsonaro fez um discurso sobre a educação no dia 6 maio deste ano.