O silêncio que se rompe: autor de biografia de Maria Thereza Goulart lança livro na Famecos

Publicação dá voz à mulher que viveu diretamente o rompimento da democracia brasileira

  • Por: Liliane Moura (1° Semestre) | Foto: Créditos: Arquivo Nacional | 20/05/2019 | 0

O jornalista Wagner William vem nesta semana a Porto Alegre na Pontifícia Universidade Católica (PUCRS) para divulgar o livro reportagem Uma Mulher Vestida de Silêncio. A obra retrata a vida da ex-primeira dama Maria Thereza Goulart, esposa de João Goulart. O evento ocorre na terça-feira, dia 21, as 19h30 no prédio 7, na Arena (sala 302).

O presidente João Goulart foi deposto em 1964 e foi morar no Uruguai em razão do golpe militar. Vale lembra que, caso estivesse vivo, completaria cem anos de nascimento em 2019. Na época, Maria Thereza pouco foi ouvida sobre a sua vivência e análise dos fatos. O autor faz um resgaste histórico dos tempos e personagens daquela época a partir da perspectiva da primeira-dama.

O jornalista, escritor e pesquisador Juremir Machado comenta que a perspectiva da então primeira-dama pode trazer outro olhar sobre o período: “Maria Thereza é parte de um momento muito importante da história do Brasil. Ela era muito jovem quando se casou com Jango. Com ele, conheceu os bastidores do poder. Viveu a glória do poder e o exílio. Conviveu com as personalidades mais importantes da política época. Uma biografia dela permite voltar no tempo e rever a história de um ponto de vista singular”.