Outubro Rosa também é para os homens

Conscientização do câncer de mama alerta para casos também entre os homens

  • Por: Camila Pires (2º semestre) | 03/10/2017 | 0

Outubro é conhecido como o mês de conscientização do câncer de mama, doença predominantemente feminina, mas que também acomete os homens, apesar de ser rara. De acordo com o Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama (Femama), apenas 1% dos casos de câncer de mama no Brasil são do gênero masculino.

Por causa de seu desconhecimento, muitos homens passam a ignorar os sintomas da doença, que são similares aos das mulheres. O sintoma mais comum é um nódulo, que pode ser acompanhado de retração ou abaixamento na pele da mama ou no mamilo. O Ministério da Saúde registrou entre 2014 e 2016, 2,1 mil internações masculinas devido ao câncer de mama, sendo a região Sudeste a com o maior número de casos, 796.

O mastologista do Hospital de Clínicas de Porto Alegre José Antônio Crespo Cavalheiro explica que a doença nos homens se deve, normalmente, à alguma alteração genética. Homens com histórico de câncer de mama na família estão mais propensos à doença.

“O tratamento principal é a cirurgia, porém podem ser necessitados outros tipos como a quimioterapia, a radioterapia e o bloqueio hormonal”, afirma o mastologista. Uma prevenção direta ainda não existe, o homem deve procurar um médico sempre que notar alguma alteração. O médico recomenda que, assim como as mulheres, os homens também devem executar o autoexame do toque e, se for solicitado,fazer mamografia, ecografia, assim como eventuais biópsias.