Praça Dom Sebastião reaparece

Os porto-alegrenses depararam no último domingo (9/11) com a volta da Praça Dom Sebastião, tradicional ponto que passou a maior parte do ano cercado com tapumes. Situada na frente do Colégio Marista Rosário e ao lado da Santa Casa de Misericórdia, na Avenida Independência, nos últimos anos o local estava abandonado, com a presença de moradores de rua, ataques de vândalos e o constante risco de assaltos. O objetivo da colocação da proteção, agora retirada, era isolar a área para que ocorresse a revitalização, que deixará o cenário irreconhecível: foram instalados mais de 12 postes de iluminação, 41 bancos e 34 lixeiras. Segundo o engenheiro Bruno Sanchez, da Cisal Construções, empresa contratada pela prefeitura para execução da obra, o custo ficou em torno de R$ 960 mil.

O calçamento, ampliado e renovado, recebeu a colocação de piso tátil, para auxiliar no deslocamento de deficientes visuais. A área infantil, que antes estava sucateada, agora conta com novos brinquedos, com destaque para o balanço destinado a crianças cadeirantes. Cercas substituem os arbustos que circundavam o local. O presidente da Associação de Moradores e Amigos do Bairro Independência (Amabi), Diônio Kotz, conta que esta é uma das principais medidas para tornar o local mais seguro. “A retirada de vegetação alta como arbustos, substituída por plantas rasteiras, tornará a iluminação mais eficiente, deixando o local mais seguro”, acredita.

Revitalização da praça também se preocupou com a inclusão.

A praça abrigava as esculturas mais antigas de Porto Alegre, que fazem parte da obra Guaíba e Afluentes, e que agora foram removidas para o terreno da Hidráulica do Dmae, na Avenida 24 de Outubro, no bairro Moinhos de Ventos. As quatro estátuas feitas pelo italiano José Obino em 1866 foram limpas e estão expostas. Segundo a arquiteta e restauradora Verônica de Benedetti, responsável pela revitalização das peças, foi feito um diagnóstico dos danos para uma posterior restauração, em processo a ser desenvolvido pela prefeitura. No local onde estiveram desde 1936, na Dom Sebastião, será construído um jardim.

Outro monumento que marca a área, os painéis do artista Xico Stockinger, serão objeto da parte final da revitalização. Afixadas em um paredão, que serve de respiradouro para o Túnel da Conceição, a obra Retratos em Ferro estava completamente pichada. Há cerca de um mês, passou por um processo de limpeza e em breve também será recuperada por Verônica, com a utilização de substâncias para a recuperação do metal. “A peça é feita em aço corten, que dá um aspecto oxidado. Porém, ao longo do tempo, ela foi pintada. Será feita a remoção dessa tinta, com micro jateamento, para recuperar a aparência original”, conta a restauradora.

Restauração busca resgatar a aparência original do painel de Xico Stockinger.

A entrega oficial da praça à população acontecerá no dia 7 de dezembro, durante o 4º Natal na Praça, festa anual organizada pelas entidades do entorno da Dom Sebastião e pela Amabi. O evento envolve cerca de 150 artistas musicais, entre corais, músicos e cantores, e tem como objetivo levar as comemorações natalinas às crianças internadas no Hospital da Criança Santo Antônio. Durante a comemoração, os pacientes em condições de sair de seus quartos serão levados até a praça por médicos, enfermeiras e familiares. Os que não podem, assistirão a comemoração a partir das janelas, já que o palco será montado de frente para o hospital. Kotz estima que entre 3 mil e 4 mil pessoas participarão do evento.

Texto: Sabrina Simões (8º semestre)
Fotos: Yanlin Costa (3º semestre)