Sintergs promove ato pela saúde de qualidade e direitos dos cidadãos

Sindicato organizará ato público em defesa da saúde, visibilizando a PEC 241/55 do teto e as consequências do projeto de terceirização.

  • Por: Nathália Porto (2° semestre) | 06/04/2017 | 0

17629766_1354498984607780_2770767991146364887_n

 

Em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, nesta sexta-feira, 7, o Sindicato dos Técnicos-Científicos do RS promoverá diversas atividades para a população de Porto Alegre. De forma gratuita, será realizada a verificação de pressão arterial, glicemia e a distribuição de preservativos. Além disso, o ato conta com a presença de profissionais da área da saúde para orientar sobre a prevenção de doenças. As atividades acontecerão das 8h30 às 18h30, na Esquina Democrática, no Centro de Porto Alegre.

Segundo Valdir Bandeira Fiorentin, diretor de comunicação do Sintergs, o objetivo do evento é essencialmente tratar sobre saúde, ou seja, oferecer à população uma oportunidade de conhecimento e prevenção de doenças. Porém, o ato conta também com o questionamento de algumas medidas governamentais tomadas recentemente, como a PEC 241 aprovada no Congresso Nacional, que congela investimentos em saúde por 20 anos, a partir de 2018. Essa medida é apresentada como um dos principais meios de combater a crise econômica do Brasil e equilibrar as contas públicas. Sendo assim, a qualidade de serviços oferecidos, segundo o sindicato, tende a ser prejudicada e pessoas que dependem disso serão afetadas, principalmente as que contam com o Sistema Público de Saúde.

Além disso, o ato tem como objetivo também mostrar o impacto do projeto da terceirização de atividades fim (Lei 13.429/2017) na vida dos trabalhadores. O sindicato acredita que tal projeto poderá causar a precarização dos serviços prestados à população, a desigualdade dentro das empresas e impactos nos direitos trabalhistas de cada trabalhador.

Em caso de chuva, o evento será realizado no domingo, dia 9.