Teste gratuito de HIV, sífilis e hepatite C previne doenças

População pode fazer exames na Praça da Alfândega nesta sexta-feira, 1º de dezembro

  • Por: Mariana Gomes Puchalski (3º semestre) | Foto: Nádia Probst (1º semestre) | 30/11/2017 | 0
O evento ocorre dia 30 de novembro ao dia 1º dezembro
O evento ocorre dia 30 de novembro ao dia 1º dezembro

Para ampliar o combate e atuar no tratamento precoce de algumas doenças, a população de Porto Alegre tem até essa sexta-feira, 1º de dezembro, a oportunidade de fazer testes rápidos e gratuitos de HIV, sífilis e hepatite C. 1º de dezembro é o Dia Mundial de Luta contra Aids.

Segundo a UNAids, órgão das Nações Unidas (ONU), aumentou o número de casos de Aids no Brasil em 3% entre 2010 e o ano passado. A capital gaúcha é a cidade com maior incidência de Aids no Brasil nos últimos dez anos, de acordo com dados do Ministério da Saúde.

Para orientar quanto a à importância da prevenção, detecção e tratamento a infecções sexualmente transmissíveis, a Secretaria Municipal de Saúde montou uma estrutura com espaço para a coleta de sangue e profissionais da saúde para atender e tirar as dúvidas da população.

Os testes estão disponíveis das 9h às 17h30, na Praça da Alfândega, próximo ao Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli (Margs), desde quinta até sexta. Para realizar o teste, é necessário somente levar a carteira de identidade.

Com o tema “Aids, esta luta também é sua”, a ação também proporciona um ambiente com jogos interativos, rodas de conversa, distribuição de preservativos gratuitos e atividades educativas. Em caso de exame positivo de HIV, pacientes são orientados por profissionais e encaminhados aos locais de atendimento, para exames complementares e início do tratamento. Nos casos de confirmação de sífilis,  é possível iniciar o tratamento na hora, com aplicação da primeira dose de penicilina.

 

Como é feito o teste?

Segundo Isis Barone, biomédica residente, os testes rápidos são assim chamados porque tem um tempo de execução rápidos. Em trinta minutos os usuários recebem  os resultados. De acordo com a biomédica, os testes são feitos via pulsão digital. Com uma lanceta é feito um furo no dedo e retirado algumas gotinhas de sangue.

 

Como se transmite HIV:

  • Relação sexual desprotegida, sendo ela vaginal, oral ou anal;
  • Compartilhamento de seringas;
  • Transmissão vertical, quando a mãe está infectada e pode transmitir para o seu filho durante a gestação. Após o nascimento, por via de amamentação também pode ocorrer a transmissão do vírus (Fonte: Biomédica Isis Barone).

 

Como NÃO se transmite HIV:

  • Beijo, abraço, aperto de mão;
  • Compartilhar toalha, talheres, copos;
  • Trabalhar e conviver com portadores do vírus HIV não apresenta risco de transmissão (Fonte: Biomédica Isis Barone).