Audioguia do Mercado Público de Porto Alegre

É quase um consenso entre os porto-alegrenses: o Mercado Público faz parte da alma da cidade desde sua fundação, em 1869. Com mais de 110 bancas distribuídas entre dois pisos, é difícil conhecer todas ou mesmo saber o que cada uma oferece de especial ou exclusivo. Pensando nisso, o Editorial J começou, no segundo semestre do ano passado, a elaborar um guia em áudio para apresentar as peculiaridades desse comércio.

A proposta é a seguinte: baixe o arquivo com a reportagem e ouça em tempo real durante um passeio no Mercado. O audioguia usa referências visuais e olfativas para a localização do ouvinte, o que exige presença física no local. Você também pode ouvir o audioguia online, abaixo:

Latest editorialj’s Cloudcasts on Mixcloud

No entanto, um incêndio no dia 6 de julho deste ano consumiu 10% do prédio histórico localizado no centro de Porto Alegre, impossibilitando a abertura dos estabelecimentos. A intenção do Editorial J era disponibilizar o audioguia neste semestre, mas o imprevisto acabou retardando o processo. Contudo, decidimos manter a ideia inicial para que tu possas matar a saudade do Mercado, conhecer a história de algumas bancas, saber o que vendem de exclusivo e fazer o passeio quando o local reabrir.

A propósito, tu sabias que a banca 40, famosa pelo sorvete e pela salada de frutas, mantém as mesmas receitas desde sua fundação, em 1923? E que a banca Bandeira, a número 1, foi a primeira estabelecida no Mercado e, desde então, vende artigos religiosos? Tu conheces a história da cadeira pendurada em uma das paredes do Gambrinus? E sabias que a Casa de Pelotas, no segundo piso, foi fundada por uma parceria entre a prefeitura de Porto Alegre e a de Pelotas? Então aperta o play e mata um pouco a saudade do lugar mais querido da capital gaúcha. Quando ele reabrir, corre para fazer o passeio por lá e ouvir o barulho, sentir os cheiros e ver de perto os produtos e as histórias que só o Mercado tem.

Texto e produção: Cândida Schaedler (4º semestre)
Edição: Luísa Franke e Jéssica Antonielle Vieira
Foto: Mardruck (Flickr)

1 comentário

Deixe um comentário