Veja 18 reportagens para o Dia da Mulher em 2018

Neste ano, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, o Editorial J reuniu 18 reportagens com temas como aborto, feminismo, dificuldades, conquistas, independência e a força da mulher.

  • Por: Camila Pereira (2º semestre) | 08/03/2018 | 0

Dia da mulher 2018

A independência da mulher entrou em pauta com matérias como a “chegada de aplicativos de transporte exclusivo para as mulheres em Porto Alegre”,  “mochilão com Patricia Kretzmann”, “quando existir é revolucionário”, “mulheres na ciência” e a entrevista com Letícia Duarte.

O  empoderamento foi tratado nos trabalhos “prova para ingresso na Escola de Cadetes do Exército” (em que 10 mil mulheres disputavam 40 vagas), “mulheres na Susepe” e a “representatividade da mulher no mercado de trabalho”. Além disso, o tema esteve na entrevista com a jornalista Vitória Famer.

A matéria que teve a “união de samba e luta em bloco de carnaval feminista de Porto Alegre”, abordou o feminismo. A “entrevista com o deputado federal Mauro Pereira sobre a PEC 181/15” e “cama forrada com jornal” discutiram o aborto. E a “presença de doulas no parto de gestante em hospital” foi tratada durante a votação de vereadores da Câmara Municipal.

A violência contra a mulher foi destaque em reportagens como a “ocupação da Mirabal” e “limitações da Lei Maria da Penha”. O tema também teve repercussão no audiodocumentário que discutiu o “atendimento às mulheres vítimas de violência no RS”.

Além da dor, mulheres com endometriose sofrem com dificuldade de diagnóstico” relatou um dos problemas enfrentados pelas mulheres. A falta de representatividade, outro problema, esteve nas matérias que apontaram que “mulheres são apenas 13% dos homenageados pela Câmara de Porto Alegre” e a “inclusão de minorias no mercado de trabalho”.