Lesão muscular é a principal inimiga do CrossFit

A rabdomiólise é a ruptura das fibras musculares, que causa a liberação de seu conteúdo na corrente sanguínea e é prejudicial aos rins. A repercussão de um artigo de Eric Robertson sobre sua experiência tem chamado a atenção de interessados por exercícios físicos, mas a síndrome ainda é pouco conhecida no Brasil. Nos Estados Unidos, conforme dados de 1997, foram descritos cerca de 26 mil casos.

CrossFit ganha adeptos nas academias gaúchas

Causada quando o músculo é lesionado, a doença teve seus primeiros casos registrados durante a Segunda Guerra Mundial, quando explosões faziam com que escombros caíssem em cima de soldados. O consumo de álcool, histórico de traumas ou o excesso de desgaste físico sem uma boa orientação estão entre os fatores de risco.

O treino militar é uma das situações que mais ocasionam a rabdomiólise. Justamente por conta disso, o CrossFit, derivado dos treinos militares, é a modalidade que mais acende a discussão sobre a doença. Bruno Marcon, de 22 anos, começou a praticar o treino há cinco meses e logo buscou esclarecimentos sobre o problema. “Meu treinador disse que, para isso acontecer, só se a pessoa se sobrecarregar muito, mas que isso pode acontecer em qualquer esporte. O problema é que na internet tem muita informação que não vem de fontes seguras”, relata.

Para os especialistas, não há razão para se preocupar, se o atleta tiver orientação criteriosa por parte das academias. “A rabdomiólise não é o esperado, mas é bastante comum quando um público heterogêneo adere a esportes da moda, sem fazer uma boa avaliação inicial ou conhecer seus limites”, explica o professor de Educação Física da PUCRS André Estrela.

O próprio professor foi uma das vítimas da “radbo”, em 2009, quando ultrapassou seu limite com excesso de trabalho e corridas muito extremas, ultrapassando os 20 quilômetros. “Demorei para perceber do que se tratava. A confirmação veio um ano e dois meses depois, quando desenvolvi um cálculo renal”, alerta Estrela.

Texto: Karine Flores (6º semestre)
Foto: CrossFitPaleoDietFitnessClasses (Flickr)

Deixe um comentário