Movimento Justiça e Direitos Humanos completa 35 anos

Ações arriscadas. Perigo. Os crimes enfrentados quando o Condor dominava os céus do Cone Sul da América. A solidariedade vencendo o medo. Duas mil pessoas que encontraram em Porto Alegre o endereço da esperança. O Movimento de Justiça e Direitos Humanos completa trinta e cinco anos. A democracia se mantém e vence o obscurantismo na América Latina mas o trabalho de quem dedica a vida em nome da liberdade não para um minuto. É preciso estar alerta para garantir que desaparecimento, torturas e repressão façam parte de um passado que nunca mais deve se repetir.

Produção e Reportagem: Augusto Lerner (2° semestre), Flávia Carboni (3° semestre) e Renata Leite (3° semestre)

Deixe um comentário