Na biblioteca de David Coimbra

Nesta edição da série Minha Biblioteca, o jornalista e escritor David Coimbra abre as portas de seu mundo literário. Nascido em Porto Alegre, em 28 de abril de 1962. Formou-se em jornalismo pela PUCRS em 1984. Com incentivo da mãe e do avô, tomou gosto pela leitura e pela escrita antes mesmo de ser alfabetizado. Amante de mistérios e livros policiais, desde a infância almejou ganhar a vida com o texto. No jornalismo, teve sua primeira experiência em redação no Diário Catarinense que um ano mais tarde passou a escrever uma coluna. Em 1993, lançou seu primeiro livro “800 Noites de Junho”, sobre o caso Daudt.

No vídeo, Coimbra fala sobre os seus primeiros contatos com a literatura, sobre a influência de outros escritores, início da carreira e sobre os livros que não podem faltar nas suas estantes. Sua vida é rodeada de livros, além de escritor, David tem uma extensa biblioteca dentro de casa. Neste ano ele lançou na 59ª Feira do Livro de Porto Alegre o livro de crônicas “As velhinhas de Copacabana e Outras 49 Crônicas Que Gostei de Escrever”, um resgate de crônicas do cotidiano.

Confira as edições anteriores com Antônio Hohlfeldt e Diego Grando.

Produção: Francielly Brites (6º semestre), Giovanna Pozzer (6º semestre) e Helena Lukianski (7º semestre)

1 comentário

Deixe um comentário