Fã de Ronaldinho, Fernando marcará ídolo

Ele tinha seis anos e admirava da televisão de sua casa, em Erechim, um garoto de 18 anos despontando no futebol brasileiro. Ronaldo, dentuço e franzino, driblava seus adversários e fazia brilhar os olhos dos torcedores gremistas. Foi para a seleção, jogou na França, na Espanha, onde, com a camisa 10 do Barcelona, conquistou duas vezes o título de melhor jogador do mundo. À distância, o gremista Fernando Martins acompanhava todos os passos do craque e sonhava, quem sabe um dia, jogar com Ronaldinho. Pois bem, nesse domingo, o fã marcará o ídolo.

No início de 2011, Ronaldinho esteve com um pé e meio de volta ao seu clube de origem. Acabou parando no Flamengo, após semanas conturbadas de negociação. Os gremistas não perdoaram a suposta traição e prometem protestar no domingo. Para Fernando, isso não atrapalhará a realização do seu sonho. “Para mim vai ser um sonho sendo realizado, jogar com o Ronaldinho, um cara que eu sempre admirei pelo futebol e pelo caráter”, diz o jogador em entrevista exclusiva ao Editorial J.

Domingo, adversários. Quem sabe no futuro, companheiros: “Vai ser uma honra. Espero um dia jogar ao lado dele na seleção”, projeta o promissor volante, que em agosto sagrou-se campeão mundial pela seleção sub-20. Por outro lado, Fernando admite preocupação com a interferência da torcida, ainda revoltada com a opção de Ronaldinho em escolher os cariocas: “A gente tem que se preocupar em jogar futebol e deixar de lado o torcedor. Provavelmente haverá algum protesto, mas temos que pensar dentro das quatro linhas, pois a gente ainda tem objetivos no campeonato. É botar a bola no chão para que a gente conquiste os três pontos.”

Fernando e Ronaldinho Gaúcho têm encontro marcado, no domingo, às 16h, no estádio Olímpico, pela 32° rodada do campeonato brasileiro.

Ouça o áudio completo da entrevista com Fernando:

Texto: André PasqualiEduardo Caspary. Foto: Grêmio / Divulgação